Logotipo Monte Alto ADV

Um imóvel devidamente regularizado exige que uma série de documentos sejam expedidos. Sendo eles tantos, é muito comum que haja dúvidas e até confusão quanto a função de cada um.

É o que acontece, muitas vezes, com a escritura e a matrícula, que têm em comum o fato de serem documentos relativos à compra e venda de um imóvel, mas as similaridades param por aí. É sobre isso que falaremos hoje.

Enquanto a escritura é um documento público e oficial que valida o acordo entre vendedor e comprador e elaborado em um cartório de notas, a matrícula é o documento que individualiza o imóvel e onde constam informações importantes para a identificação jurídica do imóvel, como por exemplo localização, se o proprietário é pessoa física ou jurídica, transações de compra e venda realizadas, inventários, desapropriações, entre outras.

Por isso, é de extrema importância não confundi-los para que toda regularização do seu imóvel seja feita de maneira correta, que toda documentação necessária seja contemplada para garantir que nenhum problema venha bater à sua porta.

Deixe um comentário